top of page

Personalidade Dependente



Pessoas com Perturbação de Personalidade Dependente são marcadamente submissas, ao ponto de se sujeitarem a situações abusivas, incluindo maus tratos físicos e psicológicos. Não só acatam essas situações como fazem de tudo para agradar, por medo de deixarem de ser amadas e serem abandonadas.


Dificilmente tomam decisões sem procurar validação. Quando lhes são colocadas questões diretas, tendem a responder com referência a alguém, por exemplo: " a minha mulher acha que..", " o meu marido diz que.." não manifestando o seu próprio parecer.


A necessidade de suporte e a dificuldade em se sentirem bem quando estão sós leva a que a sua individualidade e autonomia não se desenvolva e a sua existência fica baste condicionada. Na ausência de alguém nas suas vidas, sentem-se sós e é frequente desenvolverem estados depressivos. Possuem uma forte crença de que não são capazes de sobreviver sozinhas e que precisam de alguém ao seu lado que cuide.


Nos relacionamentos amorosos são as presas perfeitas para alguns modos de funcionamento mais manipuladores como o narcisismo permanecendo, com sofrimento, em relações tóxicas ao longo da vida ou a repetir padrões de comportamento, em relações abusivas.


Nas Perturbações da Personalidade a psicoterapia deve ter como objetivo o suporte, a psicoeducação e o desenvolvimento de estratégias adaptativas, em vez da mudança nos processos mentais. Ainda assim, é muito comum a pessoa desistir por "não ver resultados", não considerando que o seu modo de Ser está a condicionar o processo terapêutico.


Trata-se duma patologia do SER e não é enquadrável em situações clínicas expressas em sintomatologia típica, ainda que muitas vezes exista alguma comorbilidade. Por este motivo a psicoterapia visa, essencialmente, o estabelecimento de modos de funcionamento mais adaptativos.


by Helena Coelho psicóloga clínica @psicomindcare







Recent Posts

See All

Comments


bottom of page