Não importa onde você parou…
Em que momento da vida você cansou…
O que importa é que sempre é possível recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
É renovar as esperanças na vida e,
o mais importante…
Acreditar em você de novo (...)

                                                                          




C. Drummond de Andrade

Na idade adulta são vários os desafios que se impõem e que podem despoletar ou acentuar as angustias, o sofrimento e a frustração, nomeadamente: desemprego ou insatisfação no trabalho, conflitos familiares atribulados, situações de rotura nas relações íntimas, problemas relacionados com a sexualidade, perda de um ente querido, doença incapacitante, entre outras. Estas situações nem sempre se ultrapassam de forma adequada, levando a sentimentos de incompetência, à sensação de ter falhado e ao vazio existencial.

Sendo o percurso de vida cheia de "altos e baixos", alegrias e tristezas, sucessos e desilusões, é através desta dialéctica e pelo equilíbrio entre opostos que crescemos, que nos tornamos mais fortes e mais felizes.Ter uma existência rica e feliz depende essencialmente de nós e não será tão inalcançável quanto julgamos. Contudo, por vezes, sozinhos não conseguimos "lá chegar".



Pela relação terapêutica e com recurso a sessões regulares, é possível desenvolver a compreensão dos seus sentimentos e, também, encontrar alternativas para o que pensa e para o que sente. No fundo procuram-se novos contornos para os problemas, novos significados e uma forma de ser e de viver mais tranquila e equilibrada.

 

A psicoterapia pode ainda ajudar a conhecer-se melhor, a compreender a forma como se movimenta na sua vida e a desenvolver competências não exploradas e, por isso, aparentemente desconhecidas.​

1/8

 

"É no conhecimento próprio que reside a verdadeira beleza e não na maquilhagem enganadora com que pintamos a vida..."

Ana F. Luz

 

 

Procure-nos se sentir:

  • que a sua vida, tal como está, não o/a preenche ou não o/a faz sentir realizado

  • tem dificuldades em se relacionar com os outros, evitando o convívio e isolando-se

  • não consegue manter relacionamentos amorosos ou amizades estáveis e gratificantes

  • evita as relações sexuais, ou quando as tem são pouco gratificantes e prazerosas

  • tem tendência a comprar coisas de que não precisa, mas que no momento da compra sente que lhe fazem falta, dando-lhe uma sensação de bem estar​

  • sente-se frequentemente irritado/a ou com vontade de chorar sem conseguir explicar porquê

  • dificilmente se sensibiliza ou mantem um distanciamento/evitamento das emoções

  • tem descuidado o seu aspeto físico, fazendo apenas o indispensável

  • tem aumentado de peso, sem razão química ou orgânica que o justifique

  • tende a comer mais hidratos de carbono (pão, bolos, doces) ou outro tipo de comida reconfortante (salgados, petiscos), do que habitualmente

  • bebe diariamente fora das refeições ou aproveita qualquer pretexto para beber, afirmando para si mesmo que isso é normal

  • sem razão aparente, sente um aperto no peito, sensação de desmaio ou que se está a sentir mal

  • deixa de fazer coisas ou prejudica-se, justificando para si próprio/a não se importar, para evitar certos contextos

  • quando está em centros comerciais ou em locais frequentados por muitas pessoas sente uma vontade inexplicável de sair dali e ir para casa

  • tem mais sono do que o habitual, ou pelo contrário tem dificuldade em adormecer ou acorda frequentemente ao meio da noite e já não consegue voltar a dormir

  • tem frequentemente doenças do foro imunitário ou outras que não são justificadas por uma atribuição causal orgânica

  • entra sistematicamente em conflito com os demais, tem a sensação permanente que ninguém o entende ou que é alvo de injustiças

  • há sempre alguém que lhe dificulta a vida ou o/a "quer tramar"

  • considera que os médicos não entendem nem tratam as suas várias maleitas

Cuide de si!

Psicomindcare 2020. Todos os direitos reservados. 
Os conteúdos deste website podem ser alterados sem aviso prévio.

NIPC: 510 263 631