top of page

O que acontece quando os pais discutem à frente dos filhos?




É conhecido que o ambiente familiar impacta no bem-estar físico e psicológico da criança.

Quando os pais discutem de forma tóxica e explosiva, quando se ofendem, quando manipulam emocionalmente os filhos nas suas discussões, estão a condicionar o seu desenvolvimento e a possibilidade de crescerem saudavelmente.


Eis o que diz a investigação sobre as consequências para as crianças:

  • Sentem-se culpadas;

  • Desenvolvem ansiedade (estão sempre em alerta)

  • Sentem-se inseguros e assustados

  • É-lhes difícil desenvolver auto-estima

  • Desenvolvem comportamentos desajustados para lidar com as situações de discussão, por exemplo, alheiam-se, isolam-se, fazem birras;

  • Modelam os comportamentos explosivos dos pais na interação com os outros: colegas, professores;

  • Não desenvolvem a capacidade de regular as emoções;

  • Vão desenvolvendo a crença que as relações e a vida é um campo de batalha, onde, quem mais grita, ofende e maltrata sai vencedor;

  • Os comportamentos explosivos, são aprendidos como normativos


Os estudos indicam uma elevada correlação entre delinquência, comportamentos destrutivos, dependências e um ambiente familiar disfuncional e conflituoso.

Para além disso, filhos que crescem num ambiente tóxico, têm uma maior probabilidade de constituírem relações familiares tóxicas.


Pode parar o ciclo, procurando um especialista em terapia familiar. É dever dos pais protegerem os seus filhos, não os envolvendo nos seus próprios conflitos e proporcionando um ambiente seguro onde possam crescer.


Helena Coelho, psicóloga @psicomindcare



394 views0 comments

Comments


bottom of page